terça-feira, 2 de outubro de 2018

O U T U B R O


Imagem: J'ad' OR  


O U  T  U  B  R  O


O décimo mês é certamente

U m início d' estação d' outono -

T empo ventoso que a gente sente!

U ma guitarra desfolhando vida,

B eijocas verde-oiro à partida,

R uiva lembrança d' um outro ano -

O fim do verão é tempo presente!

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

PRIMAVERA DE SETEMBRO


Imagem - Beautiful world. Nature, love, art. 



PRIMAVERA DE SETEMBRO


Primavera de Setembro
Que abres as portas ao Outono
Pelos ventos do Outubro
E as chuvas de Novembro
Até às geadas do Dezembro.

Primavera de Setembro
Que trazes o encanto nas folhas,
Parras verde maduro, 
Que dão nome ao nosso Portugal,
Os azafamados vinhos.

Primavera de Setembro
Que cantarolas ao luar no serão
A despedida do verão
E o começo de uma nova estação.

Primavera de Setembro
Deixas a saudade à janela do roseiral
E abres a porta ao vendaval
Que vai pelos campos adiante rumo ao futuro.

Primavera de Setembro
Temperada de doces rios e salgados mares, 
Abastado e frutífero trono,
Agrada-me os teus ares.

Primavera de Setembro
Que escrevo em mil folhas
Uns quantos sonhos,
Não te vás embora, não antes de semeares 
A Poinsétia do Natal.

© RÓ MAR

terça-feira, 18 de setembro de 2018

ERA O CÉU A DOIS!


Imagem: Bellissime Immagini  


ERA O CÉU A DOIS!


Perdi-me nas horas de infinitos pensamentos!
Encontrei-me à beira mar no azul de momentos,
O profundo sentimento ao outro coração que me beijava:
Era o céu, as estrelas, a lua... tudo o que desejava.

Era o Céu a Dois!
- Nem imaginais o quão sois!
Sois beleza rara, matriz fecunda,
O germinar de pétalas de açucena 
Ao alcance da minha vista;
Sois o desabrochar da felicidade plena.

© Ró Mar

sábado, 15 de setembro de 2018

QUERIDA


Arte de Van Gogh


QUERIDA


Na tela a óleo de um setembro
Ondeei o cabelo à minha amada
E tão dançado!, que ainda me lembro
Da arte que ousou as cores da vida.

O vento que elevou o anil ao céu
Criou uma montanha de verde prado,
Que outra natureza soprou, [véu]
Dedilhado em extremo cuidado.

Espelhei seus olhos cor de mel 
Naquele arrepio de terra molhada,
P´la lágrima, em sereno tom pastel.

No sol de seus lábios nasceu o dia
E selei minha obra [pura poesia]
Na palavra mais cara que há [querida].

© Ró Mar

AINDA QUE SEJA OUTONO EM MIM


Imagem: Zzig.


AINDA QUE SEJA OUTONO EM MIM


Senti a manhã aplaudindo o coração
No esmero que cozinhaste p´ra mim,
Ainda que seja outono em mim,
Há no paladar do teu cozinhado
A certeza de se ser bem amado.

Senti o teu olhar bem regalado
No meu jeito de degustar a uva madura,
O que me fez provar mais da tua doçura,
Ainda que seja outono em mim
Há no olhar o doce prazer d´ amar.

Senti a minha vida a renovar
Na folha orvalhada d´ uma lírica estação
Que colheste p´ra apurar a paixão,
Ainda que seja outono em mim
Há presente bem temperado p´lo ar.

© Ró Mar

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

A MENINA QUE TRICOTAVA


Imagem: IN$PiRATiON


A MENINA QUE TRICOTAVA


A menina que sonhava 
Com o mundo melhor
Todos os dias tricotava
Para seu bem maior.

Na aldeia o céu brilhava
Com a luz de seus olhos
E a vida despertava
Ao som de passarinhos.

A menina que tricotava
Com amor o pensamento
Fez manta de gabarito
Ao `gato´ que estimava.

© Ró Mar