sábado, 1 de abril de 2017

... A NATUREZA QUE ESPELHA JASMIM


Imagem - Gold Art - Dima Dmitriev


... A NATUREZA QUE ESPELHA JASMIM


Perco-me pela estrada do teu olhar
E sabes qual é a vera razão de ser!?
Seres tu a multidão daquele universo a inventar
E meus passos pequenos de se ver.

Encontrar qualquer breve rabiscar de teu sorriso
É coisa das gentes grandes que nem tu!
Ser eu pálido esboço de um narciso
E tu horizonte, verde papiro, de um tal azul menu.

Perco-me por aqui, naquele agora que nem fim,
Onde tu és parte incerta de qualquer ângulo,
Ainda que florido e até perfumado é traço nulo.

Encontrar qualquer breve planear do teu olhar
É coisa de outras gentes que vêem, mais além-mar,
Pelo âmago a natureza que espelha jasmim.

© RÓ MAR